Tartarugas na costa brasileira sofrem com lixo de fora

Um dado assustador tem preocupado os biólogos brasileiros. Mais de cem tartarugas tem morrido ao ano, vítimas da sujeira das praias e do mar paraibano.

Voluntários biólogos e estudantes percorrem a praia atingida recolhendo o material, e com essa prática, eles detectaram uma característica alarmante. Uma grande parte do lixo encontrado não é estrangeiro. Condicionador de cabelos do Congo, água mineral chinesa, produto de limpeza americano, vidro, bota usada em plataformas, até lâmpada de farol já foi achada nas areias da praia.

Um agravante é o lixo que fica preso nos bancos de algas em que as tartarugas se alimentam. A quantidade de plástico ingerida pelos animais é enorme e, na maioria das vezes, fatal. As que sobrevivem recebem tratamento em um projeto que reúne voluntários. Muitas chegam tão debilitadas que não conseguem se alimentar e morrem.

Mais esforços precisam ser feitos para proteger a fauna e flora do nosso litoral. O trabalho voluntário é merecedor de muitos elogios, mas sozinho, não é suicente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: